Hipnose ou Hipnoterapia

A hipnose tem ainda alguns mitos na nossa sociedade. É um estado de concentração e foco, um estado modificado de consciência, que se atinge normalmente, quando se combina imaginação e concentração da atenção. Esse estado de pacificação e relaxamento vai levar o paciente a um lugar seguro e tranquilo através de indução, sendo uma ferramenta poderosa no tratamento de determinadas perturbações como ansiedade, fobias, alívio da dor, nervosismo, ataques de pânico, insónias, distúrbios de atenção, problemas gástricos,  e muitas outras.

Perguntas comuns

  • Todas as pessoas conseguem ser hipnotizadas?

Em princípio, se não existir qualquer perturbação psíquica ou deficiência cognitiva, qualquer pessoa é capaz de relaxar física e mentalmente, podendo ser convidada a visualizar e a entrar num estado mais profundo de relaxamento.

  • O terapeuta vai dominar a minha mente?

Não. A Hipnoterapia não se baseia no controlo da mente do paciente. A função do hipnoterapeuta é ajudar a pessoa na solução do seu problema como se fosse um guia. O cliente é que decide o quão fundo irá e onde irá, estando sempre com o controle da situação.

  • Ficarei inconsciente quando estiver em transe?

Não. Durante a hipnose a pessoa continua a interagir com o terapeuta a qualquer momento. É impossível realizar qualquer sugestão se a pessoa estiver inconsciente. Durante a sessão é necessário haver comunicação entre o paciente e o terapeuta.

  • Vou confessar os meus segredos sem querer ou fazer algo que não queira?

Apesar de se encontrar num estado de relaxamento, durante a hipnose não fará nada que não queira, ou esteja fora dos seus valores ou crenças.

  • Tenho medo de não voltar do transe. Há perigo de não acordar?

A terapia é feita num estado de transe leve a médio, o máximo que pode acontecer é o paciente adormecer. Caso ocorra, acordará a seu tempo natural mediante as suas necessidades.

  • Já fiz meditação, reiki e yoga. Há alguma semelhança?

Os estados de focagem atenção e relaxamento poderão ser muito semelhantes. A diferença está, acima de tudo, no exercício e na personalização que o terapeuta vai introduzir, uma vez, que poderá haver partilha verbal durante o exercício para além de uma atenção permanente à linguagem corporal.

Exercício de Auto-Hipnose com Relaxamento

Escolha um lugar e um momento tranquilo no seu dia; 

Pense num lugar seguro. Num lugar que você tenha visitado, que tenha visto ou que tenha apenas imaginado. Um lugar onde você se sinta calmo/a, tranquilo/a e seguro/a;

Instale-se confortavelmente sentado/a;

Coloque os seus pés bem assentes no chão e as suas mãos sobre as pernas;

 

Fixe o seu olhar num ponto, comece a respirar fundo e feche os olhos lentamente;

Devagar e enchendo bem o peito de ar, faça 3 inspirações profundas, sugerindo a si próprio/a que a cada inspiração se irá sentir cada vez mais descontraído/a;

Flutue, ou viaje então até ao seu lugar seguro, e experimente todas as sensações desse lugar, como cores, sons, cheiros ou até temperatura...

Usufrua um pouco desse momento...

 

Saia do lugar seguro, despedindo-se dele e afirmando que o poderá visitar sempre que quiser;

 

Desperte, mexendo lentamente as mãos e os pés retomando todas as sensações normais de volta ao seu corpo ;

 

Ao abrir os olhos, irá sentir-se totalmente desperto/a, bem disposto/a e com todas as sensações normais de volta ao seu corpo.

04 Tranquil Realms
00:00 / 11:28